19 de maio de 2009

Critica de Évora - " Um grande Palha desatou a polémica... "

 

(...) António Ribeiro Telles toureou dois toiros portugueses, de Palha e Murteira Grave. O que viajou da Adema, pesou 650Kg, era cinqueño e foi um toiro sério, sem querenças nem reservas. O cavaleiro da Torrinha logrou uma magnífica prestação, procurando logo de início surpreender nos compridos com o Opium, destacando-se o segundo ferro, uma tira desenhada com acerto. Porém, o mais importante surgiu com o António montado no Santarém. A lição de brega foi magistral. Templando milimétricamente as investidas do codicioso "Palha", levou-o vibrantemente na garupa do cavalo e colocou-o nos terrenos eleitos para executar as sortes. Depois iniciou-as com rectidão, pisou terrenos de compromisso, para concretizar com verdade, com destaque para o quarto curto, de antologia. O cavalo abordou com provocação, o toiro respondeu com prontidão e durante alguns instantes foi possível visualizar os antagonistas a caminhar, cara a cara, ao encontro um do outro. Houve sensação de perigo e consequentemente, emoção. Seguiu-se um simples e ajustado quarteio, a reunião foi ao estribo e o ferro cravado de alto a baixo, com enorme impacto. (...)

In, Revista Novo Burladero, Edição Nº247, Junho de 2009, " Um grande Palha desatou a polémica", por Catarina bexiga